FacebookTwitter Hoje é sexta-feira, 1 de agosto de 2014
PLANTÃO   |   NEWSLETTER
 
 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 
 
A Voz da Cidade

Plantão da Voz da Cidade

Comissão da Verdade quer homenagear Dom Waldyr Calheiros saiba mais Médicos podem entrar em greve geral por tempo indeterminado saiba mais
BARRA MANSA Previsão para todas as cidades
12º 23º
MÍNIMA
MÁXIMA
 
 

TAGs

 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 

   

Sepe-RJ elege membros para próximo triênio

FOTO: DIVULGAÇÃO
Manifestações do Sepe-RJ devem seguir com greve nesta semana

AGULHAS NEGRAS

O Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino do Estado do Rio de Janeiro (Sepe-RJ) realiza de hoje até quinta-feira, em todo o estado, a eleição de novos membros do Sepe Central, Núcleos e Regionais. A expectativa é que cerca de 70 mil votantes da rede participem do pleito, realizado na sede. A eleição vai indicar os coordenadores em cada região/município pelo triênio 2012/2015.

Em Porto Real/Quatis ao menos duas chapas concorrem ao pleito: Chapa 1 – Sepe na escola - unidade na luta pela autonomia contra a meritocracia, tendo na composição os seguintes membros: Coordenação Geral - Eliete Gomes Viana; Secretaria de Cultura, Formação Sindical e Assuntos Educacionais - Paulo Lopes Ribeiro; Secretaria de Assuntos Jurídicos - Rodrigo de Almeida Seixas; Secretaria de Imprensa e Comunicação - Sandra Maria de Andrade Tupinanbá da Silva; Secretaria de Finanças - Thaís Rodrigues Martins.

A Chapa 2 - Oposição: por um Sepe de vitórias tem como membros: Coordenação Geral - José Ernani Vieira de Moraes; Secretaria de Cultura, Formação Sindical e Assuntos Educacionais - Elon Viana de Carvalho; Secretaria de Imprensa e Comunicação - Joaciana Pessanha Barbosa da Silva Santos; Secretaria de Finanças - José Arcanjo do Nascimento, Lenilson Duarte de Carvalho; Suplentes - Edileusa Carla de Souza.

Na Chapa 4 - O Sepe que queremos: presente, democrático e de luta. Dignidade para quem educa é defendida pelos membros: Coordenação Geral - Estela Teixeira Canil; Secretaria de Funcionários - Maria de Lourdes de Santana; Secretaria de Aposentados - Maria Ilea Moreira Paulino Luiz; Secretaria de Cultura, Formação Sindical e Assuntos Educacionais - Rosângela Maria de Jesus; Secretaria de Assuntos Jurídicos - Lucimar Oliveira do Carmo Chrisóstomo; Secretaria de Imprensa e Comunicação - Janete Cruz Maximiano Alves; Secretaria de Finanças - Pedro Ney Maximiano Alves; Suplente - Eliane Aparecida Pereira Lima.

O Sepe Porto Real/Quatis está situado a Rua Faustino Pinheiro, 26, no Centro de Quatis, e o telefone de contato é (24) 3353-2097.

Em Resende, a disputa pela direção do Sepe envolve duas chapas: Chapa 1 Sepe na escola – unidade na luta pela autonomia contra a meritocracia, que tem como formação: Coordenação Geral - Carlos Roberto de Almeida, Vera Elizabete Inácio; Secretaria de Funcionários - Paula Maria Lopes da Silva Batista; Secretaria de Cultura, Formação Sindical e Assuntos Educacionais - Luis Felipe de Farias Moreira Guimarães; Secretaria de Assuntos Jurídicos - Daysiane Alves de Oliveira; Secretaria de Imprensa e Comunicação - Leonardo Ângelo da Silva; Secretaria de Saúde e Direitos Humanos - Eulália Maria Gomes Citroni; Secretaria de Finanças - Márcia Cristina Ribeiro Coutinho; Secretaria de Gênero e Combate a Homofobia - Eliete Gomes Viana; Suplentes - Ângela Cristina Alves de Oliveira e Robson Corrêa de Melo.

Na Chapa 2 - Oposição: por um Sepe de Vitórias, a Coordenação Geral é de Ênio Sebastião Cardoso de Oliveira, Odete Maria do Amaral Rocha; Secretaria de Funcionários - Sonia Rejane da Silva; Secretaria de Cultura, Formação Sindical e Assuntos Educacionais - Elon Viana de Carvalho; Secretaria de Assuntos Jurídicos - João Bosco Rocha; Secretaria de Finanças - Luis Barbosa de Abreu e Rossan Marfório de Araújo; Suplente - Vanussa Fátima da Costa.

O Sepe Resende está situado na Avenida João Ferreira Pinto, 46 – sala 406, eo telefone de contato é o (24) 3354-6767.

REGIÕES

Além das localidades citadas, o Sepe-RJ realiza eleições no Sepe Central, Regional I, Regional II, Regional III, Regional IV, Regional V, Regional VI, Regional VII, Regional VIII, Regional IX. Nos núcleos dos municípios de Angra dos Reis, Barra Mansa, Belford Roxo, Cachoeiras de Macacu, Campos dos Goytacazes, Cachoeiras de Macabu, Costa do Sol, Costa Litorânea, Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Itaocara, Itaperuna, Itatiaia, Japeríi, Lagos, Laje do Muriaé, Macaé, Magé, Mangaratiba, Maricá, Mendes, Mesquita, Miguel Pereira, Nilópolis, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Pinheiral, Porciúncula, Queimados, Rio Bonito, Rio das Ostras, São João da Barra, São João de Meriti, São Gonçalo, Santo Antônio de Pádua, Seropédica, Tanguá, Teresópolis, Três Rios, Valença, Vassouras e Volta Redonda.

PARALISAÇÃO

Além das eleições internas, outro assunto movimenta o Sepe-RJ nesta semana: a paralisação nos dias de aplicação do Sistema de Avaliação do Ensino do Estado do Rio de Janeiro (Saerj) previstos para amanhã e quinta-feira (27 e 28), pela Secretaria Estadual de Educação (Seeduc). Caso as datas sejam alteradas, a paralisação seguirá nas datas a serem confirmadas.

E mais, os professores anunciam paralisação de 48 horas nos dias 3 e 4 de julho. Dia 3 - Conselho Deliberativo, no Clube Municipal do Rio, 10 horas, e assembléia, às 14 horas; no dia 4, marcha até o Palácio Guanabara, com concentração no Largo do Machado, às 10 horas.

O Sepe é contra a avaliação feita pelo Seeduc, que pretende medir os conhecimentos dos alunos. Os profissionais afirmam que a metodologia não foi planejada pelos professores da rede estadual e não leva em consideração a realidade das escolas, que não têm uma estrutura mínima para o estudo. Por isso, o sindicato orienta os professores a não aplicarem a prova. “Nesses dias o sindicato está convocando uma paralisação de nossas atividades. Atenção! Se as datas forem modificadas pela secretaria, a paralisação ocorrerá na nova data. As provas do Saerjinho fazem parte do Plano de Metas apresentado pela Seeduc e tem como um dos seus eixos a meritocracia. Isto significa que o resultado desta e de outras avaliações externas será utilizado para “premiar” ou “punir” professores e funcionários de acordo com o resultado das provas, estabelecendo uma lógica de remuneração variável”, anuncia o sindicato em seu site oficial (www.seperj.org.br).

O Sepe-RJ quer o fim da política de bonificações por produtividade; a abertura de uma discussão para o estabelecimento das condições necessárias para uma efetiva educação de qualidade e a negociação das metas de curto, médio e longo prazos para a universalização destas condições e a valorização do processo de construção e de avaliação do projeto político-pedagógico de cada escola, de modo a permitir que as diversas comunidades escolares realizem um diagnóstico da sua situação e discutam as maneiras de superar as adversidades presentes em cada realidade.

Postado em 26/06/2012 11:23:54

 
 
 
   
Outras notícias
31/07/2014 Feira de Ponta de Estoque acontece no final de semana
31/07/2014 Nota Fiscal Eletrônica rende desconto em IPTU
30/07/2014 CDL lança campanha para aumentar vendas no Dia dos Pais
 
Envie seu comentário
* Nome:
* E-mail:
Telefone:
 
   
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 

Economia

Feira de Ponta de Estoque acontece no final de semana
RESENDE
Nota Fiscal Eletrônica rende desconto em IPTU
 
BARRA MANSA
CDL lança campanha para aumentar vendas no Dia dos Pais
 
VOLTA REDONDA
Negociação entre Sindicato e CSN vai parar na Delegacia do Trabalho
 
 

Variedades

'Vinícius de Moraes... É demais!' encerra temporada no Casarão Penedo
Cidade do Aço aniversaria e fãs ganham show de Luan Santana
Elas constroem a própria história
Nova exposição no Centro Cultural Theophilo Massad
 
Arquivo  |  Expediente  |  Assine   |   Anuncie  |   Pautas e Denúncias  |  Newsletter  |  Fale Conosco  |  Mapa do Site
© 1999 – 2011. Todos os direitos reservados.