FacebookTwitter Hoje é quinta-feira, 28 de agosto de 2014
PLANTÃO   |   NEWSLETTER
 
 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 
 
A Voz da Cidade

Plantão da Voz da Cidade

Obra da nova Unidade de Saúde da Família é inaugurada saiba mais Palestra orienta jovens sobre os perigos das drogas saiba mais
BARRA MANSA Previsão para todas as cidades
14º 27º
MÍNIMA
MÁXIMA
 
 

TAGs

 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 

   

Polícia desarticula quadrilha de traficantes

FOTO: AIRTON SOARES
Presos são apresentados à imprensa na 90ª DP

VOLTA REDONDA

 

A Operação VC, iniciada em outubro do ano passado por policiais da 90ª Delegacia de Polícia (DP), com o apoio de policiais da 93ª Delegacia de Polícia de Volta Redonda, desarticulou uma quadrilha especializada em tráfico de drogas. Além de Thiago Cláudio Duarte, o “Thiago Cabeça”, 28 anos, identificado como sendo o gerente do bando, foram presos na ação, mais cinco pessoas, sendo três homens e duas mulheres. As prisões ocorreram no bairro Siderlândia, em Volta Redonda.

De acordo com o delegado titular da 90ª DP, Ronaldo Aparecido, que coordenou a ação, a operação teve inicio por volta 22 horas de quarta-feira e acabou no inicio da madrugada de hoje com a prisão de Thiago e seus comparsas identificados como sendo Isaías Lourenço da Silva, o “Ita”, 45 anos, e a mulher dele, Eliane Vidal da Silva, de 41, Rodrigo Fernando Pereira, 30 anos, além de Paulo César da Silva, o “PC”, 26, e a mulher dele Gilmara Santos de Paula, 28 anos. Na delegacia, todos negaram envolvimento com o trafico. Thiago declarou aos jornalistas que está sendo perseguido.

Com o bando, na casa do Ita e do PC, ambas localizadas na Rua Ararauma, no Siderlândia, foram apreendidas duas armas, um revólver calibre 38 e uma pistola 380, ambas com várias munições, grande quantidade de maconha, cocaína e crack. A quantidade da droga não foi divulgada. “Essas armas já mataram muitas pessoas.Hoje foram apreendidas. Vale ressaltar que uma terceira arma, que estava com Thiago na hora da prisão foi jogada no matagal, no quintal da residência por onde ele tentou fugir dos policiais. Ele ainda fez alguns disparos contra a nossa equipe, mas foi preso porque estava cercado”, narra o delegado titular da 90ª DP, Ronaldo Aparecido. “O revólver e parte da droga foi localizada na residência do PC. Thiago foi preso na residência do Ita com a pistola, celulares, carregadores e mais quantidade de entorpecente”, completa o delegado.

QUESTÃO DE HONRA

Durante a apresentação dos presos à imprensa, no inicio da tarde de ontem, Ronaldo Aparecido, acompanhado pelo adjunto da 93ª DP de Volta Redonda, Márcio Figueroa, disse que a prisão de Thiago foi considerada uma questão de honra para a Polícia Civil, já que se trata de uma pessoa audaciosa, covarde com suas vítimas e que sempre armada emboscada para as vítimas.  O delegado informou ainda que Thiago atua como gerente do tráfico que, atualmente, é comandado por um traficante direto do Rio de Janeiro. “A quadrilha conta com cerca de 20 integrantes e age em várias regiões, entre elas nos bairros Siderlândia e Padre Josimo, em Volta Redonda, Getúlio Vargas e Vale Paraíba, em Barra Mansa. A quadrilha é especializada no tráfico de drogas”, informa o delegado.

ACUSADO DE OUTROS CRIMES

O delegado Ronaldo esclareceu ainda que Thiago Cabeça é acusado de envolvimento com vários homicídios e tentativas em Barra Mansa e Volta Redonda, entre eles de um homem conhecido como Mau Mau, ocorrido em outubro de 2011, em um, posto de gasolina no bairro Retiro. “Durante as investigações descobrimos que, para abordar as vítimas, Thiago se identificava como policial. Se matava na rua, mandava a vítima parar falando que era policial. Quando pegava a vítima em casa, mandava abrir a porta dizendo a mesma coisa. Pelo que apuramos, ele agia com sangue frio e sempre desafiava a polícia acreditando que nunca seria preso”, narra o delegado.

Ronaldo lembrou ainda que a prisão da quadrilha vale para outros marginais que imaginam que nunca serão presos. “Nosso trabalho de combate ao tráfico está apenas iniciando. Tem muitas pessoas para serem presas e muitas apreensões de drogas e armas para fazermos. O nosso trabalho está apenas iniciando. Nosso objetivo é desarticular as quadrilhas que agem na região”, diz Ronaldo, lembrando que para isso, conta com o bom trabalho de sua equipe e ainda com o apoio da DP de Volta Redonda, já que os marginais agem sempre nas duas cidades como a quadrilha gerenciada por Thiago. “Todos os presos nessa operação são moradores de Volta Redonda, mas atuavam também em Barra Mansa”, explica o policial, ressaltando a importância de sua equipe policial e da 93ª DP. “Sem o bom desempenho de nossos policiais essas ações não seriam possíveis. Gostaria de registrara a ausência do delegado Michel Floroschk, que desde o inicio da operação está trabalhando. Hoje (ontem), por causa de doença na família ele não pode estar presente”, conclui.         

Postado em 01/03/2012 18:47:31

 
 
 
   
Outras notícias
18/01/2018 Casal fica sob a mira de armas e tem caminhão levado por assaltantes
27/08/2014 Jovem tem motocicleta roubada em Mombaça
27/08/2014 GM e PM definem criação de nova Patrulha Escolar
 
Envie seu comentário
* Nome:
* E-mail:
Telefone:
 
   
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 

Economia

Servidores se capacitam em planejamento e orçamento público
ANGRA DOS REIS
Condutores de ambulância ganham sindicato próprio
 
BARRA MANSA
Concessionárias lançam promoções para alavancar vendas
 
VOLTA REDONDA
Fundação CSN realiza 1º Inverno Cultural
 
 

Variedades

Beldades vão representar Angra em concursos de beleza
'Vinícius de Moraes... É demais!' encerra temporada no Casarão Penedo
Cidade do Aço aniversaria e fãs ganham show de Luan Santana
Elas constroem a própria história
 
Arquivo  |  Expediente  |  Assine   |   Anuncie  |   Pautas e Denúncias  |  Newsletter  |  Fale Conosco  |  Mapa do Site
© 1999 – 2011. Todos os direitos reservados.