FacebookTwitter Hoje é quinta-feira, 24 de abril de 2014
PLANTÃO   |   NEWSLETTER
 
 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 
 
A Voz da Cidade

Plantão da Voz da Cidade

Jovem é morto e homem sofre tentativa de homicídio em BM saiba mais Ciclista é atropelado na Lúcio Meira saiba mais
BARRA MANSA Previsão para todas as cidades
19º 28º
MÍNIMA
MÁXIMA
 
 

TAGs

 
 

Cadastre-se

Faça seu cadastro e tenha acesso ao arquivo, à seção múltipla e às promoções.
 
 

   

Presos da Casa de Custódia vão ganhar festa de Natal

FOTO: ARQUIVO

VOLTA REDONDA

O secretário geral do Movimento Ética na Política (MEP), José Maria da Silva, o Zezinho, junto a uma equipe, visitou no dia 1º a Casa de Custódia de Volta Redonda para definir os detalhes da festa de Natal que será dada aos presos. Segundo ele, a visita, além de servir para ajudar na organização da festa, serviu para levar o cheiro da liberdade aos encarcerados.

“Oxigeno minhas esperanças em um mundo novo. Já pensamos, por exemplo, em nossa liberdade? Como a temos e nem percebemos? Os mais de 300 presos sonham e esperam por ela, brigam por ela, e às vezes por causa dela voltam às celas”, salientou Zezinho, explicando que a equipe simples e dedicada que o acompanhou na visita acredita no Salvador Jesus Cristo fazendo o mais bonito testemunho, mais com a presença amorosa do que com muitas palavras.


“Fui para experimentar minha liberdade e levar o ‘cheiro’ dela para os encarcerados”, disse Zezinho, repetindo uma frase retirada do Evangelho: “Estive preso e tu me visitaste”, citou. “Acredito que visitei a cada um, neste momento, em sua doce liberdade”, continuou.

De acordo com Zezinho, durante a visita à Casa de Custódia a ocasião foi diferente das outras visitas das quais já participou. “Lá na Casa de Custódia, ao senti-los, vê-los de perto, foi diferente das outras vezes. Alguns deles manifestaram o carinho pela visita. Ouvi deles a vontade de sair para aprender a andar na rua e flutuar. Outro disse estar com saudade de andar de ônibus, ver paisagens, pessoas”, detalhou Zezinho, citando a frase mais forte que ouviu de um dos presos: “Aqui o ônibus está parado, temos grades, paredes e conversas que não ajudam”, finalizou.

Postado em 07/12/2011 10:33:00

 
 
 
   
Outras notícias
18/01/2018 Casal fica sob a mira de armas e tem caminhão levado por assaltantes
27/06/2014 Mãe é suspeita de abandonar bebê em estrada
24/04/2014 PM prende dupla sob suspeita de tráfico no Novo Surubi
 
Envie seu comentário
* Nome:
* E-mail:
Telefone:
 
   
* Comentário:  
Declaro expressamente que li as Condições Gerais
e aceito seus termos de forma integral. 
 

Economia

Sicomércio realiza palestra através de programa do governo federal
Prefeitura prorroga prazo do Programa de Recuperação Fiscal
 
Programa oferece descontos para alunos que indicarem amigos
 
Inscrições de concurso público da Câmara iniciarão na sexta-feira
 
 

Variedades

'Temos Vagas' retrata vida de jovem do interior na capital Fluminense
Creche de entidade filantrópica recebe doações de leite
Aniversário da Ponte Velha é comemorado com exposição e auto
Exposição mostra história de Pereira Passos
 
Arquivo  |  Expediente  |  Assine   |   Anuncie  |   Pautas e Denúncias  |  Newsletter  |  Fale Conosco  |  Mapa do Site
© 1999 – 2011. Todos os direitos reservados.